Domingo, 09 23rd

Last updateSex, 16 Mar 2018 8pm

Programa de Pós Graduação em Cuidado Primario

Destaque: Professora Dra. Maria Fernanda conta sua trajetória

                                             

 

 

 

                                                                                          MARIA FERNANDA 2                                                         

                                                                                

 

 

Profª  Drª Maria Fernanda Santos Figueiredo Brito

Possui graduação em Enfermagem e Especialização em Saúde da Família, na modalidade Residência pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Possui pós-graduação em Docência do Ensino Superior (Ênfase em Gestão Acadêmica) pela SOEBRAS. É mestre e doutora em Ciências da Saúde. É docente efetiva no Departamento de Saúde Mental e Saúde Coletiva e atua como professora do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Cuidado Primário em Saúde (PPGCPS).

PROJETOS DE PESQUISA EM ANDAMENTO

  • Condições de trabalho e de saúde de Agentes Comunitários de Saúde

Este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente as condições de trabalho e saúde dos Agentes Comunitários de Saúde no norte de Minas Gerais. O estudo será realizado com os Agentes  Comunitários de Saúde das Estratégias de Saúde da Família na região Norte do Estado de Minas Gerais, MG, Brasil. Os agentes irão responder um questionário sobre condições sociodemográficas, de formação, ocupacionais, atribuições realizadas, hábitos de vida, fotoexposição e fotoproteção, qualidade de vida, aspectos emocionais, estresse ocupacional, autopercepção da saúde, condições de saúde, capacidade para o trabalho e conflito trabalho-família. Serão também realizadas avaliação física e  coleta de sangue para efetuar  exames laboratoriais.

Fazem também parte deste Projeto os seguintes Professores do PPGCP: Antônio Prates Caldeira, Lucineia de Pinho, Josiane Santos Brant Rocha e Luiza Augusta Rossi Barbosa

  • Avaliação das condições de saúde das gestantes de Montes Claros-MG: estudo longitudinal

Este estudo tem como objetivo avaliar longitudinalmente as condições de saúde das gestantes assistidas na Estratégia de Saúde da Família do município de Montes Claros – Minas Gerais, Brasil. A presente proposta insere-se em um estudo epidemiológico, com delineamento longitudinal no município de Montes Claros. A população será constituída pelas gestantes regularmente cadastradas na Estratégia de Saúde da Família, da zona urbana. Aquelas que se encontram no 1º trimestre, serão acompanhadas ao longo das três ondas do estudo. Os dados serão coletados por meio de questionário único, composto por vários instrumentos que contemplam as dimensões das condições de saúde da gestante. Serão realizadas três ondas de coleta, cada uma correspondente ao 1º, 2º e 3º trimestre da gestação.

Fazem também parte deste Projeto os seguintes Professores do PPGCP: Antônio Prates Caldeira, Lucineia de Pinho, Josiane Santos Brant Rocha e do PPGCS: João Felício Rodrigues Neto e alunos de Iniciação Científica.

  • Saúde e Trabalho Docente: Significados, Experiências e Relações Interpessoais

Este estudo tem como objetivo conhecer o significado do ser professor e compreender as implicações da profissão na sua saúde. Trata-se de uma segunda etapa da pesquisa intitulada “Projeto Profsmoc”, agora, então chamada de “Profsmoc-quali”, que tem o interesse de caracterizar os professores em um estudo de abordagem qualitativa, baseada no método de interacionismo simbólico por primar pela identificação de significados, experiências e relações sociais entre os indivíduos participantes. Propõe-se, também, a Teoria Fundamentada em Dados com o intuito de desenvolver uma teoria relativa ao adoecimento de professores da educação básica.

Fazem parte também deste Projeto as seguintes Professoras do PPGCP: Cristina Andrade Sampaio e Luiza Augusta Rossi Barbosa, além de professores de outros departamentos da Unimontes. Conta, ainda, com um estudante de doutorado (PPGCS) e de alunos de Iniciação Científica.

  • Saúde escolar: avaliação nutricional e risco cardiovascular entre adolescentes de escolas públicas

Este estudo tem como objetivo realizar um levantamento da situação nutricional e de risco cardiovascular, além de avaliação de estágio de mudança de hábitos alimentares. Pretende-se avaliar a prevalência de sobrepeso e obesidade, de hipertensão arterial e de outros fatores de risco cardiovascular entre adolescentes de escolas públicas da principal cidade da região, com identificação de fatores de associados. Trata-se de um estudo transversal, analítico, de abordagem quantitativa. O projeto é complementar às atividades de um grupo de pesquisadores na área da nutrição de crianças e adolescentes do município, que já gerou até uma tese de doutorado e que tende a se firmar dentro da Pós-Graduação.

Fazem parte também deste Projeto os seguintes Professores do PPGCP: Antônio Prates Caldeira, Lucineia de Pinho, Josiane Santos Brant Rocha, Luiza Augusta Rossi Barbosa. Conta, ainda, com quatro estudantes de mestrado do PPGCP e alunos de Iniciação Científica de Graduação e de Ensino Médio.

Financiamento: Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais- FAPEMIG

  • Estudantes online: uso e dependência de internet

Tem como objetivo validar um instrumento que mede o grau de envolvimento de uma pessoa com a Internet, o Internet Adictio Test (IAT), caracterizar o comportamento de estudantes quanto ao uso, estimar a prevalência de adicção e identificar a associação entre a adicção em internet com características sociodemográficas e comportamentais em estudantes de Montes Claros. Trata-se de um estudo epidemiológico, transversal e analítico, cuja população alvo será constituída por discentes universitários e do ensino médio de instituições públicas e particulares da zona urbana do município de Montes Claros / MG no ano de 2016. Para garantir a representatividade e poder de inferência na população investigada, os cálculos do tamanho amostral evidenciaram a necessidade de, no mínimo 2500 estudantes. Será adotada a amostragem probabilística por conglomerado e aplicaremos os seguintes instrumentos de coleta de dados: Critério de Classificação Econômica Brasil (CCEB), Internet Adiction Test (IAT), Inventário de Depressão de Beck (BDI), Questionário “Estilo de Vida Fantástico” e Whoqol-Bref.

Financiamento: Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais- FAPEMIG

Fazem parte também deste Projeto a professora do PPGCP Lucineia de Pinho e a professora Marise Fagundes Silveira do PPGCS. Conta, ainda, com um estudante de mestrado do PPGCP, sob minha orientação, um estudante de doutorado do PPGCS sob minha coorientação e alunos de Iniciação Científica de Graduação. Uma acadêmica do Curso de Graduação de Enfermagem defendeu o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TTC) com dados deste projeto e outra acadêmica está desenvolvendo o seu TCC.

  • Avaliação de indicadores sensíveis a prática de enfermagem em um programa de atenção domiciliar à saúde

Tem como objetivo verificar a prevalência de Diagnósticos de Enfermagem e seus fatores associados, em pacientes atendidos em um programa de atenção domiciliar à saúde de um município do norte de Minas Gerais. Trata-se de um estudo do tipo transversal, realizado com o público atendido pelo serviço de Atenção Domiciliar (AD) à saúde, Melhor em Casa, do município de Montes Claros, Minas Gerais. A população será constituída pelos pacientes atendidos em um programa de atenção domiciliar à saúde  e os  seus cuidadores. Será utilizado um instrumento para a coleta de dados sociodemográficos e clínicos. Serão aplicadas as escalas de Lawton-Brody, Katz, Zarat Reduzida, Braden e o Mini Exame do Estado Mental (MEEM).

Participam também deste Projeto a Professora Fernanda Marques da Costa do PPGCPS, Professores do Curso de Graduação de Enfermagem e alunos de Iniciação Científica de Graduação.

  • Influência de um programa de atividade física em adolescentes com risco cardiovascular

O objetivo deste estudo é o de avaliar a eficácia de um programa de atividade física no risco cardiovascular em adolescentes com idade entre 10 e 16 anos das escolas públicas de Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. Será um estudo experimental tipo antes e depois, envolvendo uma amostra de aproximadamente 645 adolescentes escolhidos por conglomerados. Serão realizadas avaliações antropométricas, hemodinâmica e metabólica antes e após a intervenção que será um programa de atividade física realizado por equipe previamente treinada 3 vezes por semana durante 12 semanas.

Financiamento: Fundação de Incentivo e Desenvolvimento da Pesquisa

Fazem parte também deste Projeto a Professora do PPGCP Lucineia de Pinho e as Professoras Carla Silvana Oliveira e Silva e Desiree Sant’Ana Haikal do PPGCS. Houve a defesa de uma tese de doutorado (PPGCS) sob minha coorientação. Há quatro estudantes de doutorado matriculadas no PPGCS, sendo duas sob minha coorientação.

  • Níveis de vitamina D em portadores de doença renal crônica dialítica e fatores associado

Tem como objetivo avaliar os níveis de 25-hidroxivitamina D em indivíduos portadores de doença renal crônica dialítica e os fatores associados. Trata-se de estudo transversal, analítico, com abordagem quantitativa. O estudo será realizado nas unidades de hemodiálise das cidades de Brasília de Minas e Montes Claros, ambas na região norte de Minas Gerais e representativas da população dialítica dessa região. A população do estudo será constituída de todos os pacientes em programa de hemodiálise nas Unidades pesquisadas, respeitados os seguintes critérios de exclusão: menores de 18 anos, tempo de diálise menor que 6 meses, limitação cognitiva que impeça a compreensão do questionário a ser aplicado, debilidade física extrema, reposição de vitamina D nos últimos seis meses e interrupção do tratamento.Para a coleta de dados, será utilizado um questionário contemplando os aspectos sociodemográficos, de formação, ocupacionais, clínicos, de hábitos e qualidade de vida e questões específicas relacionadas à Vitamina D .

Fazem parte deste Projeto a Professora do PPGCP Daniela Veloso e um estudante de mestrado matriculado no PPGCP sob minha orientação.

  • Fadiga por compaixão em profissionais da saúde: fatores associados

Avaliar os fatores associados á fadiga por compaixão em profissionais da saúde da região norte de Minas Gerais, Brasil. Trata-se de um estudo descritivo, analítico, transversal e censitário. Farão parte da pesquisa todos os profissionais dos serviços de saúde, da Macrorregião do Norte de Minas Gerais, que são referências para o atendimento e tratamento dos pacientes portadores de doenças oncológicas, insuficiência renal crônica e que realizam hemodiálise, terapia intensiva neonatal e os serviços de urgência e emergência. Para a coleta dos dados, serão aplicados questionários, organizados em um único instrumento, totalizando 337 questões, sendo autoaplicado que avaliará: características sociodemográficas, saúde, espiritualidade, ansiedade, Burnout, desesperança, qualidade e estilo de vida, qualidade de vida profissional, estresse e depressão. Haverá a coleta de sangue para realização de exames laboratoriais (colesterol, glicemia e hemograma), aferição da pressão arterial, além de medidas antropométricas dos profissionais (circunferência abdominal, peso, altura e índice de massa corporal.

Fazem parte também deste Projeto a Professora do PPGCP Lucineia de Pinho e as Professoras Carla Silvana Oliveira e Silva, Marise Fagundes Silveira, Andreia Eleutério de Barros Lima Martins e Desiree Sant’Ana Haikal do PPGCS. Há três estudantes de doutorado, uma sob a minha coorientação e dois estudantes de mestrado, um sob a minha coorientação, matriculados no PPGCS.

Você está aqui: Home Destaque Destaque: Professora Dra. Maria Fernanda conta sua trajetória